terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Medo passa, arrependimento é pra sempre!

Oi galera, boa noite. Volto para mais um monólogo bate-papo a cerca de assuntos cotidianos. Hoje o dia foi bem divertido, dei muitas risadas e comi horrores... mas é feriado em Salvador, então pode! Amanhã o dia é outro e voltamos para a nossa rotina de trabalho duro.


Hoje vou trazer um assunto bem interessante (pelo menos no meu ponto de vista); vamos pensar um pouco sobre o medo. Como todos devem saber, a ciência diz que o medo é uma reação ativada por algum estímulo de ameaça fisica ou emocional podendo provocar uma série de reações no corpo como descarga de adrenalina, aceleração cardíaca, tremores e etc. Apesar de ser tão facilmente descrito pelos cientistas, o medo é um sentimento extremamente difícil de administrar e aprender.
Há pessoas que possuem medo exagerado, conhecido como pavor. Existem aqueles que tem medo de escuro, de barata, de ficar só, de ser acompanhado. Medo de voar, de andar, de pessoas e de animais. Existem também aqueles que tem medo de doença, de morte, da vida, do amor. Mas todos esses sentimentos são puramente humanos, frutos do cerébro e dos hormônios produzidos por ele.
Todo homem sente medo, se não sentir não é homem ou não é normal (no mínimo). Como na explicação científica já citada, este sentimento prepara o organismo para uma reação extrema que pode ser a de atacar ou de fugir. O medo passa a ser doentio quando altera os padrões comportamentais do indíviduo e pode ser fatal se modificar seus relacionamentos sociais.
Costumo dizer que o medo humano é um sentimento importante contudo algumas pessoas não o sabem usar em benefício próprio. Normalmente quando alguém está diante de uma situação nova ou ameçadora (mesmo que aparentemente) o medo é ativado e a única reação executada é a de fugir (ou paralisar, no caso de alguns outros). Esta atitude de fulga é, na maioria das vezes, prejudicial por que interfere no processo de aprendizagem cotidiano.
Tenho certeza que durante sua vida, até agora, vc encontrou situações das quais teve medo e fugiu, mas depois percebeu que poderia ter atacado e aprendido uma grande lição com aquele acontecimento. Ao ter uma atitude positiva diante do medo e agir com inteção de aprender vc está superando seus limites - isso pode ser classificado como uma atitude inteligente.
Durante este ano eu me preocupei em executar uma meta: superar meus limites sempre que possível. De antemão posso garantir que esta não é uma tarefa fácil, pois envolve a prática da inteligência emocional. Ao longo de 2009 me submeti a situações de riscos com o objetivo de adquirir experiência ou simplesmente para viver com audácia. Enfrentei problemas do passado, reatei com antigos relacionamentos e me aventurei o máximo que pude... desde sobrevoar uma floresta e aterrisar em uma praia, até conhecer o fundo do mar. Mas de todas as "novas" situações em que fui posto à prova neste ano, eu não declinei de nunhuma. Todavia enfrentei todas elas para conhecer meus limites, aprender da simplicidade da vida e da grandeza de Deus.

Hoje fui posto à prova mais uma vez, porem, com as experiências já vividas, posso afirmar que vou aprender algo mais, vou conquistar terreno e galgar outro passo na minha jornada - por que medo passa, mas arrependimento é pra sempre!



Pessoal, vou ficando por aqui hoje. Espero que tenham entendido meu ponto de vista sobre o assunto. Caso achem interessante, divulguem suas opiniões aqui.


Hugs

sábado, 5 de dezembro de 2009

Colecionador de bons momentos!

E aee pessoal, como vão todos? Eu estou de volta depois de 2 semanas de abandono total ao meu blog (pobrezinho dele). Do lado de cá da tela, as coisas vão bem e tranquilas, ou seja, está tudo sob controle. Peço desculpas a todos vocês por não ter comparecido aqui durante todo este tempo, mas realmente estive muito ocupado, trabalhando e aprendendo novas coisas o tempo todo; as vezes tenho a impressão de que quanto mais o tempo passa menos tempo disponível eu tenho para fazer o que gosto.


Opaa... já achei minha "deixa" para o assunto de hoje. Como já estamos em tempos festivos, nos despedindo de 2009, o momento é mais que propício para pensar no tempo que passou. Todos os "dezembros" eu costumo fazer um balanço a cerca dos acontecimentos do ano concluinte (acho que posso classificar assim) e este ano já comecei minha jornada de reflexão. Acredito que pensando no tempo que passou posso verificar se o que planejei se realizou, posso me certificar a cerca das metas que alcancei e daquelas que não atingi e posso também planejar o próximo ano. Apesar de ser um trabalho prazeroso (posso te garantir) pensar no ano que passou é sempre uma tarefa milindrosa e demorada.
Enquanto penso sobre meu ano de 2009 já cheguei à primeira conclusão: me tornei um colecionador de bons momentos. Descobri isto há algumas semanas, quando fui padrinho do casamento de uma grande amiga. Neste evento eu pude dividir um momento prazeroso com alguns dos meus melhores amigos, e pude ver que aquele espaço de tempo seria mais um para a "coleção". Depois disto pensei sobre todos os bons momentos que passei em 2009 e vi que realmente este ano eu consegui vários objetos para minha coleção.
Conheço pessoas que colecionam vários tipos de objetos diferentes e há aqueles que colecionam coisas no mínimo intrigantes (como o colecionador de baratas) e hoje eu me auto-declaro COLECIONADOR DE BONS MOMENTOS. Apesar de minha pouca idade (ahh sou novinho viu galera... 22 aninhos na lataria só!) eu costumo afirmar que a única riqueza que realmente valorizo é meu patrimônio intelectual e isto inclui momentos felizes com pessoas que amo.
Pensem comigo: o carro, a casa, o dinheiro, os bens, tudo isto é consumido pelo tempo - mas suas memórias sobrevivem enquanto vc estiver vivo. Na vida presenciamos muita coisa se acabar (até a própria vida) mas nunca vamos presenciar a decadência de nossas lembranças. Portanto, acredito que cultivar boas lembranças deveria ser o bem mais ambicionado pelos homens. Tenho certeza de que viveríamos melhor e mais tempo, se pensássemos todos desta maneira.
Por outro lado, não desprezo a ideia capitalista de ter um bom patrimônio material e acredito ser sensato investir no futuro. Tenho objetivos financeiros também (clarooo... afinal de contas, lembranças não põem comida na mesa) contudo nada disso valeria a pena se não fosse para adquirir novas experiências, conhecer novas pessoas e viver aventuras inéditas. Certamente ter "história pra contar" é melhor do que morrer rico, sozinho e amargurado.
Continuo meditando a cerca de 2009 (isso vai levar o mês de dezembro todo) mas "de cara" posso afirmar que esta será minha meta principal para 2010: colecionar bons momentos. Quero adicionar à minha lista algumas coisas inéditas como o salto de páraquedas e sem esquecer de mensionar meus velhos e bons amigos e aqueles que conhecerei no próximo ano.


Bom pessoal, fico por aqui mas espero ter convencido vocês a entrarem para o clube dos colecionadores, poderíamos até fazer uma comunidade no orkut. Lembrem-se que viver somente vale a pena se for pra ser feliz.


P.S.: juro solenemente não abandonar mais meu blog, meus seguidores e meus posts!




Abraços a todos...

domingo, 22 de novembro de 2009

Notícias da semana - resumão das principais!

E aee galerinha, como vão? Domingão terminando e só hoje tive tempo de parar pra escrever o post semanal (da semana passada). O final de semana foi bem agitado, ou melhor, o sábado foi bem agitado e divertido, pude contemplar um casamento de uma pessoa muito especial (eita... menos 2 solteiros!) e dar muitas risadas com os amigos!

Então agora vai os três principais acontecimentos da semana, em minha opinião:


Pra começar uma news preocupante porém divertidíssima, o Brasil está mais gordo e alto. Nesta quinta-feira foi divulgado o estudo Saúde Brasil 2008 e foi indicado que a população brasileira deu uma engordadinha e está mais alta também. O estudo aponta que houve um aumenta preocupante na obesidade coletiva e metade da população agora está "gordinha". O estudo ainda aponta que entre os garotos de 10 a 19 anos (obaa estou fora dessa estatística) o aumento da "fofura" foi de 82,2%, para as meninas o aumento médio do IMC foi de 70,3%.

Os pesquisadores indicam que o aumento de gordinhos é expressivo entre a população de baixa renda (nem nisso a fubazada escapa..rsrs). Isso ocorre por que a falta de informação (olha aí) leva a população pobre a comer mal. Além disto, há um consumo exarcebado de alimentos baratos que são verdadeiras bombas calóricas mas não podem faltar na mesa da fubazada: açúcar, oléo de soja, ovos e etc.

Enquanto todos engordam, o estudo também apontou que os brasileiros cresceram: os homens ficaram numa média de crescimento de 1,9 cm (nos últimos 14 anos) enquanto que a mulherada cresceu cerca de 3,3 cm (sem o salto alto).

O Brasil está mais pesado até na balança... então vamos correr pra academia pra perder as gordurinhas sobressalentes e fechar a boca para as comidas muito calórias (fast food) sem esquecer de reduzir o refri também, né galera!


A coluna internacional da semana está preenchida pela China. Ontem, sábado dia 21, houve uma explosão devastadora numa mina de carvão na cidade chinesa de Hegang, no nordeste da China. O acidente já calcula 92 mortos e aproximadamente 45 pessoas feridas. Existem cerca de 300 soldados no local, realizando o resgate dos feridos, mas o trabalho é muito dificultoso pois há muita fumaça e restos de explosão na mina. Autoridades chinesas revelam que haviam 528 trabalhadores dentro da mina no momento da explosão e cerca de 16 mineiros permanecem presos entre os desabamentos ou desaparecidos. Dizem que a explosão foi tão violenta que destruiu prédios vizinhos da mina.


Para finalizar vamos para as areias de Ipanema, onde houve um protesto, com a presença de 300 pessoas, contra a vinda do presidente Iraniano ao Brasil. Publicamente contrário à políticas de tolerância religosa, o presidente Mahmoud Ahmadinejad (vixeee o nome é tão difícil de escrever quanto é pra falar) chega ao Brasil no dia 23 de novembro para um encontro com Lula.

Vestidos de roupas brancas e munidos de cartazes os participantes foram prostestar contra a entrada de um político autoritário com pensamentos arcaicos e que nega o Holocausto judeu.


Galera fico por aqui... a semana foi meio sem muitas notícias interessantes, por isso o post de hoje não foi muito divertido (como costuma ser). Mas mesmo assim tenho certeza que servirá para sua apreciação.

Boa semana a todos, bye!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Cuidados com o orkut...

Hello everyone, como vão todos? Do lado de cá a semana corre bem, mas sem muitas novidades. Hoje eu vou postar um e-mail que recebi de uma amiga que é muito interessante. Trata-se de um texto redigido por um professor da USP (Universidade de São Paulo) no qual ele alerta sobre cuidados que devemos tomar ao navegar pelo site de relacionamento mais famoso de Brasil.


Segue...

Vejam o que o Professor de Informática da USP fala sobre o Orkut. Dêem uma pausa e reflitam sobre a verdade do que está escrito abaixo. O ORKUT apareceu como uma eficiente forma de contatar amigos, saber notícias de quem está distante e mandar recados.
Hoje está sendo utilizado com o propósito de, creio ser o seu maior trunfo, obter informações sobre uma classe privilegiada da população brasileira. Por que será que só no Brasil teve a repercussão que teve? Outras culturas hesitam em participar sua vida e dados de intimidade, de forma tão irresponsável e leviana.. Por acaso você já recebeu um telefonema que informava que seus filhos estavam sendo seqüestrados? Sua mãe idosa já foi seguida por uma quadrilha de malandros ? Já te abordaram num barzinho, dizendo que te conheciam faz tempo? Já foi a festas armadas para reencontrar os amigos de 30 anos atrás e não viu ninguém? Pois é.. Ta tudo lá.
No ORKUT. Com cinco minutos de navegação:

Eu sei que quantos filhos você tem, ou se não tem, se tem namorado/a,
Sei que estuda no colégio tal, ou que trabalha em tal lugar,
Sei que freqüenta tais cinemas, tais bares, tais festas...
Sei nome de familiares, sei nome de amigos;
Sei sei sei !E o melhor de tudo, com uma foto na mão!

Identifico seu rosto em meio a multidões, na porta do seu trabalho, no meio da rua.
Afinal, já sei onde você está.
É só ler os seus recadinhos. Faço um pedido: Quem quiser se expor assim, faça-o de forma consciente e depois não lamente, nem se desespere, caso seja vítima de uma armação.
Mas poupe seus filhos, poupe sua vida Íntima. O bandido te ligou pra te extorquir dinheiro também porque você deixou..
A foto dos meninos estava lá.. Teu local de trabalho tava lá.
A foto do hotel 5 estrelas na praia tava lá.
A foto da moto que está na garagem estava lá. Realmente somos um povo muito inocente e deslumbrado. Por enquanto, temos ouvido falar de ameaças a crianças e idosos.
Até que um dia a ameaça será fato real. Tarde demais.
Se você me entendeu, ótimo! Reveja sua participação no ORKUT, ou ao menos suprima as fotos e imagens de seus filhos menores e parentes que não merecem passar por situações de risco que você os coloca.
Oriente seus filhos a esse respeito ,pois colocam dados deles e da família sem pensar em consequências,fazem isso pelo desejo de participar, mas não sabem ou não pensam no perigo de se dar dados pessoais e da família para que qalquer pessoa veja.Se acha que não tenho razão, deve se achar invulnerável. Informo que pessoas muito próximas a mim e queridas já passaram por dramas gratuitos, sem perceber que tinham sido vítimas da própria imprudência. A falta de malícia para a vida nos induz a correr riscos desnecessários.. Não só de Orkut vive a maioria dos internautas. Temos uma infinidade de portas abertas e que por um descuido colocamos uma informação que pode nos prejudicar. Disponibilizar informações a nosso respeito pode se tornar perigoso ou desagradável.
Portanto, cuidado ao colocar certas informações na Internet.
Não conhecemos a pessoa ou as pessoas que estão do outro lado da rede.
O papo pode ser muito bom, legal.

PS: Passe a todos que você conhece e que utiliza o Orkut, 1Grau, Gazzag, NetQI, Blogs, Flogs, etc..... para que todos tenhamos consciência sobre o assunto e possamos colaborar com a diminuição do crime.



Um abraço, Marco André Vizzortti Professor de Informática da USP



É galera depois de ler isto vou correndo fazer uma "faxina" no meu perfil do orkut pra ter certeza de que estou compartilhando informações com pessoas confiáveis. Vcs deveriam fazer o mesmo hein! Vamos tomar cuidado com quem anda "xeretando" nosso perfil.
Fico por aqui hj... desculpem, pois sei que não é muito criativo postar e-mail's que rolam na net, mas este eu acredito ser "muito, muito" importante. Pelo menos para ser considerada como um conselho.
Galera quero agradecer a todos os seguidores do blog (vcs são "maraa") é sempre bom saber que tem gente lendo meus textos. Hug especial para Katinha que tem participado bastante com opiniões sinceras e construtivas.

Que A FORÇA esteja com vocês!!

See you

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Digo não ao lixo!

Aeee pessoal boa noite!! São quase 23:30, beirando quarta-feira (metade da semana... aff!! ) e ainda temos que esperar mais 3 dias pro final de semana! Do lado de cá, a semana vai indo tranquila e sem muita agitação. Estou aprendendo bastante nos últimos dias: aprendendo novos conceitos, aprendendo novas pessoas, aprendendo novos comportamentos; enfim... aprendendo (ahh se eu ganhasse R$0,10 pra cada coisa que aprendesse...).
O aprendizado é uma constante na vida de pessoas racionais, eu costumo dizer que é um processo bilateral - sempre. Todos os seres (mesmo os "não-humanos") são capazes de aprender algo, útil ou inútil, independente de qualquer situação; tudo depende de sua motivação por saber!

Hoje vamos refletir um pouco acerca do aprender, mais especificamente a intelectualidade. Tenho certeza que vcs devem estar pensando que vou escrever acerca de pensadores renomados ou cases de sucesso no mundo acadêmico - NÃO. Eu vou falar sobre o lixo intelectual, a praga das nossas ruas.
Com a democratização da tecnologia (mais uma vez tocando no assunto, é inevitável tá galerinha) as pessoas, em geral, se sentiram mais à vontade para expressar seus pensamentos e valores em público. Muitas pessoas se expressam anominamente, com classe e destreza (como eu... não tão anômino mas "classudo"! huahuahua... risada esnobe) mas outros "seres", a maioria posso afirmar, preferem utilizar métodos mais populares e menos inteligentes. Podemos classificar esses métodos como "lixo intelectual".
Você deve estar se questionando o que quero dizer com a expressão "lixo intelectual". Eu a ouvi pela primeira vez através de palavras sábias de um colunista de rádio e TV (não vou fazer o merchan dessa vez!). Trata-se do hábito de ouvir músicas desorientadas socialmente e sem propósito cultural, assistir folhetins televisos nada inteligentes, conversar assuntos nada construtivos e pouco educados e por aí vai. Depois de pensar um pouco (só um pouco mesmo) eu concordei com o termo e adicinei-o ao meu vocabulário; vou explicar por que.
Analisando friamente a expressão divulgada pela figura, eu vi que algumas pessoas (pelo menos os brasileiros e baianos) se deleitam ao escutar músicas cujas letras são carregadas de "quartas intenções" (se é que podem me entender) e nada construtivas. É incrivel como alguns seres "pensantes" conseguem extrair prazer e desprender horas do dia escutando músicas com termos de baixo calão, contendo expressões vulgares que fazem apologia à desordem social, ao sexo e ao consumo de drogas. Fico contente quando passo pela rua e escuto alguma "canção" popular destas que seja, no mínimo inútil. É realmente lamentável concluir que indivíduos pensantes (infelizmente eles pensam) patrocinam esta desvalorização do que é inteligente, do intelectual.
Como se não bastásse, estamos cercados por uma programação televisiva recheiada de bobagens que levam a lugar nenhum. As pessoas normais (como eu, claro) são obrigadas a zapear o tempo todo ou parar pra assistir a um canal de compras, simplesmente por que não temos um programa que valorize o intelecto humano. Somos forçados a ver programas classificados como infantis encherem a cabeça das crianças de bobagens e outros humorísicos que cultivam a inutilidade na mente das pessoas, divulgando um puro besteirol. Enquanto que os programas realmente construtivos são apresentados em horários ruins, como o Programa do Jô (agora faço merchan com prazer... "beijo do gordo").
Enfim (vou resumir o raciocínio por que já estou com sono) tenho certeza que vc já presenciou atitudes como estas que eu descrevi e a partir de hoje também irá classificá-las como "lixos intelectuais". Cabe a nós (seres normais e pensantes) nos opor à este "emburrecimento" coletivo e cultivarmos hábitos culturalmente saudáveis. Não sou contra a rirmos com um bom "besteirol" nos momentos de descontração, desde que seja com um conteúdo realmente inteligente e não puramente comercial. Também não tenho preconceitos ligados à estilos musicais, desde que os autores e intérpretes usem seus talentos para a erradicação da burrice na sociedade, como já fazem alguns artistas e intelectuais.

Galera fico por aqui, to caindo de sono e tenho que acordar daqui algumas horinhas. Vou indo, espero que tenham curtido e pensado comigo! Comentem pelo amor de sua mamãe...


Abraços

sábado, 14 de novembro de 2009

Notícias da semana - resumão das principais!

Boa noite galera, estou voltando para mais um post semanal! Bom... é final de sábado e meu fds está sendo meio "sem gracinha", mas quem sabe amanhã acontece alguma coisa nova né! Pra variar vou escrever mais um post com as três principais notícias da semana (segundo minha própria escolha) e vou tentar deixar aqui a minha impressão acerca destes acontecimentos.


O primeiro da lista hoje foi trágico; um pouco depois das 22hrs desta terça-feira houve uma falha no sistema de distribuição de energia elétrica que resultou num apagão em 18 estados brasileiros, inclusive as metrópoles Rio de Janeiro e São Paulo. Segundo autoridades, o apagão atingiu cerca de 800 cidades brasileiras e algumas paraguais (é a trevaa!!). As mesmas autoridades dizem que estão trabalhando numa investigação acerca do ocorrido, mas já existem rumores de que houve um problema na distribuição da usina de Furnas e, consequentemente, um efeito dominó para algumas outras usinas hidrelétricas (é a trevaaaa 2!!). Apesar disso, as causas do apagão ainda estão desconhecidas. Durante a madrugada a distribuição de energia foi se normalizando gradativamente em algumas estados até a regularização total na manhã da quarta-feira.
O ridículo é que milhões de pessoas se prejudicaram e não vão ter sequer um descontinho na conta de luz no final do mês. Depois de uma catastrofe destas eu penso em algumas situações que tenho certeza que aconteceram: Imagina só, uma madrugada no escuro em cidades como RJ e SP, a bandidagem foi a festa - tipo pinto no lixo mesmo! Não para aí, pensa só em quem estava no elevador no momento do apagão... uma noite dentro do elevador, que desespero! E quanto àquele coitado que estava "se matando" pra terminar o TCC, quando simplesmente falta energia e ele esqueceu de salvar!! Só existe uma expressão pra descrever situações como estas: É A TREVAA (kkkkk)!!


Na coluna internacional desta semana aparace a Alemanha. Nesta segunda-feira foi comemorado o aniversário de 20 anos da queda do muro de Berlim. Pra quem não conhece, o muro foi erguido para separar a Alemanha Oriental (República Democrática Alemã) da Alemanha Ocidental (República Federal da Alemanha). Na época, o mundo enfrentava uma guerra fria entre as nações capitalistas e comunistas e o Muro de Berlim foi o ícone representativo deste movimento global durante 28 anos. Após manifestações revolucionárias que mudaram o mundo naquela época, o muro foi derrubado, permitindo a passagem dos alemães e demosntrando para o mundo que o capitalismo venceu!!
Para celebrar a data, a banda U2 promoveu um show no Portão de Brandeburgo. A segunda-feira festiva foi batizada pela banda como "Festa da Liberdade".
Eu tive a oportunidade de ver e tocar um grande pedaço do antigo Muro de Berlim, quando estive em Cape Town. Ele estava exposto na rua, simples e quase imperceptível, com uma plaquinha indicando sua origem. Ao tocar naquele pedaço de concreto pude perceber o quanto ele representou para as pessoas daquela época que compraram a liberdade com preço de sangue, suor e lágrimas.


Para finalizar venho com uma notícia trágica (pra variar). Nesta sexta-feira ocorreu um acidente em São Paulo; trata-se um desabamento de três vigas que dariam sustentação à um viaduto em contrução no Rodoanel. O fato ocorreu na rodovia Regis Bittencourt, conhecida como rodovia da morte, na altura do km 279, no sentido Paraná - São Paulo. Três veículos foram atingidos, mas felizmente não houve nenhuma vítima fatal. O cômico é que essa é a terceira tragédia nas obras paulistas nos últimos anos e as más linguas dizem que a construtora responsável quis economizar no concreto e diminuiu a qualidade da produção. Será que o governo de São Paulo prefere manchar a reputação a fazer uma obra bem feita?


Aee galera... to terminando, espero que tenham gostado!! Agora vou dormir, to caindo de sono!! Não esqueçam de comentar, please!!






See you!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Precisamos de Rehab!

Boa noite pessoal... to voltando depois de alguns dias sem postar (abandonei o meu blog, coitadinho). Essa semana está muito agitada pra mim, na verdade a partir dessa semana terei menos tempo disponível para escrever, mas vou fazer meu melhor!! Caso não tenha tempo, posso usar o wireless do shopping center para postar. Opa achei minha deixa pro post de hoje... tecnologia. Vc deve estar pesando: ahh Saul, vc já escreveu sobre isso! Mas vou lhes apresentar hoje outra visão sobre o assunto.

Eu decidi escrever sobre isto há alguns dias quando ficamos sem internet no escritório (ihh voltei a trabalhar galera, saí das estatísticas). O desastre foi causado, provavelmente, por que o modem super esquentou e queimou; isto foi o motivo para todos ficarem, simplesmente, "desbaratinados", sem saber o que fazer. Ocorre que todas as atividades do escritório são baseadas na utilização da "dita cuja" e, portanto, nós ficamos sem net e sem trabalho durante 2 dias e meio.

Após este episódio vi que esta dependência não é exclusividade nossa. Se vc parar pra notar, vai perceber que também sofre deste vício - o vício da tecnologia. Se vc for uma pessoa normal (como eu, claro) vai sentir uma tremenda falta da net caso fique sem conexão por algumas horas; na verdade esse sentimento vai virar desespero se vc não tiver acesso por 2 dias consecutivos, e por aí vai. Afinal de contas a maioria da população brasileira, acima de 03 anos de idade e abaixo dos 40, não consegue ficar um dia sem checar os e-mail's, dar aquela olhadinha no orkut, falar com amigos no msn, etc e tals.

O vício, ainda sem tratamento, não se limita somente ao uso da internet, antes porem agrega outros aparatos tecnológicos. Podemos citar alguns exemplos:

Celular (até pra acordar)

Elevador (pra subir quer seja 1 andar)

Televisão (novelas, quem não gosta hein?? Ahh tem também os telejornais, todos iguais)

Controle remoto (niguém merece se levantar da cama pra mudar de canal)

Câmera digital (tirar fotos até do "nada")

Ipod (mp3 player pros menos afortunados... chegou pra acabar com o discman)

Chapinhaaa (não posso deixar de fora, a invenção do século pro mundo feminino)

Notebook (deixou de ser exclusividade da high society... pá na cara da monstra pra eles!! kkk)

DVD player (já falei aqui, mas vale a pena repetir!! O sucesso dos camelos!!)

Máquina de Xerox (todo mundo precisa de cópia... até mesmo fazer uma reduzida pra colar na prova!! Estudantes, não aprendam isso tá, é feio!!)

Avião (particularmente detesto viajar de ônibus... baixa renda voa de Gol!!! kkkk)

Cartão de crédito (dinheiro de plástico adoroo... pena que tem que pagar a fatura)

Pendrive (todo mundo carrega um... faz até de chaveiro)


Enfim, se deixar eu vou fazer uma lista interminável de coisinhas legais que todo mundo usa!! Depois deste post tenho certeza de que vc assumiu sua dependência por tecnologia, já que vc usa ou usou esses itens e vários outros). Espero apenas que vc mande um e-mail para seu analista pra ele tentar te ajudar a tratar isto... no final vc paga com o cartão de crédito e tá tudo azul; e fique torcendo pra não precisar de rehab (se não sabe o que é, busca no google).


Abraços a todos... não esqueçam de comentar!

domingo, 8 de novembro de 2009

Feio ou Bonito... vc é quem decide!

Boa tarde pessoal... estou aqui em pleno domingão, ouvindo música "baixo astral" da vizinhança e descançando o quanto posso. Curti muito meu sabadão, fui à uma praia linda, vi lugares encantadores, tirei fotos maravilhosas e vi muita gente bonita (outras nem tanto...rs) tudo isso, claro, com a presença da priminha fofa tão mensionada nos posts.
Hoje quero escrever sobre um assunto tão cotidiano que muitas vezes passa despercebido por nós - a beleza. Você já deve ter feito algumas destas perguntas: o que é o belo? o que é o feio? quem determina essas regras? Com o decorrer do post vamos discutir um pouco sobre este assunto e eu vou tentar mostrar a vocês uma percepção diferente das convencionais.
Eu costumo afirmar que o belo é relativo, está na opinião de cada indivíduo. Prova disto é que umas pessoas acham lindas as obras de Picasso, outras não conseguem entender sequer o significado dos riscos e rabiscos; há pessoas também que se deleitam, apreciando música clássica e outras que enxergam beleza nos pagodões (eu não consigo ver nenhuma no último..kkk). Tudo é uma questão de relatividade quando o assunto é beleza e, portanto, resta a cada um respeitar a diversidade.
Acredito que a beleza vem da própria pessoa e do que ela tem de auto-estima (tudo bem que tem gente que não é linda nem por dentro). Quando o indivíduo apresenta uma auto-estima boa, ele se encara lindo (mesmo que o espelho diga ao contrário) e mostra a todos que está "de bem" consigo. O "amor próprio" é o grande aliado de todos nós; eu conheço pessoas que não são esteticamente atraentes mas têm uma energia maravilhosa e conseguem contagiar o ambiente, provando que são belas. Quando nos aceitamos e encaramos o espelho, nos tornamos pessoas felizes e este sentimento faz qualquer pessoa bela (mesmo que não seja atraente).
O problema reside em não se aceitar e tentar mudar seu próprio eu. Conheço pessoas que tentam, a qualquer custo, mudar a si próprio, acompanhando os padrões de beleza estipulados pela mídia. Na tentativa de se tornarem "lindas", algumas pessoas se multilam, fazem "zilhões" de cirurgias plásticas, consomem drogas, desenvolvem hábitos perversos com o corpo e, até mesmo, comportamentos doentios. Todos se lembram de casos trágicos em que modelos morreram de anorexia ou outras disfunções alimentares que surgem no esforço de ostentar um estereótipo comercializado e aceitável pela opinião pública.

Por outro lado, é sempre importante nos mantermos com uma aparência boa e saudável, independente da condição social ou poder aquisitivo. Estar bem vestido, cheiroso e "bonitinho" é sinônimo de amor-próprio, mas não siginifica a obrigatoriedade de ser magro, esbelto e bulêmico. Eu sempre digo que devemos nos preocupar com a aparência, pois esta é a vitrine pessoal, isso chama-se marketing pessoal. Através de uma boa aparência você "promove" sua personalidade, saúde, profissionalismo e auto-imagem, conquistando um novo emprego ou até mesmo uma nova namorada (ado). Por isto é sempre importante estar "de olho" nas tendências de moda, ter estilo próprio e auto-estima elevada; tomando cuidado sempre com os exageros, que nunca são sadios e lucrativos.



Fico por aqui hoje, espero ter transmito com clareza a minha opinião sobre o assunto. Peço que comentem, caso tenham algo a acrescentar ou diminuir!
Boa semana a todos, e boa sorte.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Notícias da semana - resumão das principais!

E aí pessoal como vão os planos para o final de semana? Os meus estão com tudo cima e o sabádo promete! Como já é de costume, vou escrever hoje o post das notícias que mais me chamaram atenção durante a semana, espero que curtam.
Hoje eu começo com uma notícia no mínimo ridícula. Esta semana a secretaria municipal de educação do Rio de Janeiro revelou que está projetando um treinamento especial para preparar o corpo docente e discente das 1064 escolas municipais contra tiroteios. A secretaria afirmou que tem como objetivo levar mais segurança as escolas e, principalmente, aos alunos que vem sem prejudicando ultimamente com as ondas de violência urbana que aconteceram no RJ.
Eu fiquei estuperfato quando ouvi essa notícia na TV; não consegui acreditar que nós agora vamos ensinar nossas crianças como se esquivar de uma bala perdida ou se esconder num tiroteio. É rídiculo pensarem que vão resolver uma guerra urbana com este tipo de atitude, acredito que os senhores pensantes da secretaria de educação carioca "piraram na batatinha". Nós temos é que ensinar às nossas crianças acerca de cidadania e das leis; os governantes precisam se preocupar em conceder oportunidades aos menos favorecidos e não em "disfarçar" um problema de ordem social com um simples (e ridículo) plano de contingência destes. E pra acabar com tudo o secretário de segurança pública carioca aparece na TV dizendo que RJ está "muito bem, obrigado". Daqui a pouco até o Cristo Redentor vai receber blindagem especial. Como diria o Boris Casoy: "Isto é uma VERGONHA".
Mais uma vez os americanos voltam para o meu post semanal, e dessa vez é grave. A primeira feitoria trata-se de um soldado americano que abriu um tiroteio contra seus próprios companheiros de quartel na quinta-feira. Ao todo 11 pessoas morreram e 31 estão feridas após o "anti patriota" bang-bang em Fort Hood, no Texas e diz-se que existem outros suspeitos além do já detido. O engraçado (ou cômico) é que o presidente se pronunciou, dizendo: "É horrível que tenham sofrido um tiroteio em uma base militar em solo americano". Acho que os soldados americanos andaram tomando umas aulinhas com os traficantes brasileiros hein (brincadeirinha, i'm kidding dear american soldiers). As autoridades ainda completaram dizendo que os soldados passavam por tratamento de estresse pós-traumático, uma das especialidades do Fort Hood. Então eu pergunto: será que o tratamento apresenta resultados mesmo? (pergunta infame essa né... detonei agora!).
Pra completar o "American Pie" da semana, as autoridades da cidade americana de Orlando (onde fica o Disney World) alegou ter prendido o indíviduo que entrou atirando num edifício comercial da cidade nesta sexta-feira. E pasmem... ele pretendia matar os ex-patrões. Constatou-se que no edifício invadido, Legions Place, estão as intalações da empresa da qual o "malandruxo" foi demitido há dois anos. Depois dessa da pra afirmar que os patrões não foram legais com o atirador de 40 anos e magoado; acho que os caras estão precisando de uma consultoria de RH pra medir o clima organizacional, vou mandar meu cartão pra eles (kkkk)!
Para finalizar o post semanal, mais uma vez eu trago uma notícia muito triste. Dessa vez aconteceu em Salvador (opa, é a cidade que eu moro), uma estudante de 11 anos foi encontrada morta na piscina do Clube dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia nesta quinta-feira. A garota foi dada como desaparecida na quarta e era aluna do Colégio da Polícia Militar; colegas afirmaram que ela estava muito nervosa devido à uma competição de natação da qual faria parte - ao que parece a morte foi por afogamento. Foi uma tragédia mas serve para nos matermos atentos acerca das crianças (para aqueles que tem, claro); é importante sempre prestar atenção no comportamento dos filhos e principalmente nas atividades deles. Segundo o comando da Polícia Militar o caso será investigado para descobrir a causa da morte.

Fico por aqui depois de mais um post semanal. Espero que tenham gostado da maneira pela qual divulguei as notícias e quero que comentem caso tenham um parecer diferente ou alguma informação a acrescentar. Tenham um bom final de semana!
Bye

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Sociedade civilizada, será mesmo?

Olá a todos, já estamos na quinta-feira e próximos do final de semana; a cabeça já começa a planejar os programas de sábadão! Pessoal hoje o post vai ser singelo mas importante, vamos refletir acerca do exercício de cidadania no Brasil. Esse assunto está em alta na mídia e todos nós precisamos analisar nosso modo de vida e comportamento.


Como todos já sabem, em sou baiano e resido na capital, Salvador. Costumo afirmar que nós não somos a capital da "boa educação". Não se assuste, apesar disso, Salvador é uma cidade linda, quente e com belas paisagens. Mas com certeza os cidadãos "cabularam" a aula de ética, pois o que vejo na rua cotidianamente são reflexos de uma população mal educada e despreocupada com a cidadania. Durante os meus "desvaneios" de observação já pude perceber atitudes bárbaras que são praticadas aqui com naturalidade.


Vou começar com o comportamento do motorista no trânsito. Na Bahia (em sempre digo isto) os motoristas, em geral, são super mau educados. Eles ultrapassam o sinal vermelho do semáforo (até os motoristas profissionais, como taxistas e motoristas de ônibus coletivo), não param na faixa de pedestre, buzinam demasiadamente sem necessidade e, o que é pior, escutam músicas altíssimas (vc não tem idéia do volume do som de alguns carros aqui). Mas se vc repreender algum deles, prepare-se: ou vão afirmar que estão agindo corretamente (se forem educados) ou mandar um palavrão na sua "cara" dizendo que vc não tem nada com a vida deles (esta é a reação mais comum tá). Não posso afirmar quanto as demais metrópoles brasileiras, mas o trânsito em Salvador deve ser um dos piores do Brasil.


O pedestre (ou cidadão comum) também não deixa barato. Aqueles que transitam "à pé" pelas ruas dão show de falta de educação quando o assunto é respeitar as leis. É possível vermos inúmeros episódios de pessoas negligenciando as leis ou, no mínimo, agindo desonestamente. Costumo afirmar que as pessoas acham que ilegal é apenas matar e roubar (este último é relativo na opinião de alguns). É pensando assim que maioria das pessoas mantém a consciência "limpa" quando desobedecem a ordem da fila, ficam com o troco errado, se sentam no lugar preferencial de idosos e gestantes mas não se levantam ao ver um deles em pé ou oferecem propina em troca de algum favor.


Os brasileiros são um povo lindo e super simpáticos, só nos resta agir com cidadania e gentileza para com o próximo. O problema é que as pessoas não veem vantagem em ser educados e cordiais, ou em cumprir regras ou seguir leis. É mais vantajoso dar aquele velho e vergonhoso "jeitinho brasileiro" e levar a vida achando que a impunidade não existe na própria consciência.


Fico por aqui galera, espero que tenham refletido comigo sobre a importância de sermos cidadãos e agirmos conforme pessoas civilizadas.


Abraços

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Consumismo... quem nunca sofreu deste mau?

E ai galera bom dia, estou voltando hoje para mais um relato da vida cotidiana. A semana tem sido bem agitada pra mim, mas continuo muito empolgado para aquilo que está por vir. Eu consegui executar grande parte do que planejei fazer essa semana, inclusive as comprinhas de "fim de ano".
Depois de gastar dinheiro no shopping (com muita animação, e com a presença da priminha fofa) percebi que isso dava um bom assunto para o blog (agora em tudo que faço penso num assunto pra escrever). E é justamente sobre isso que quero dissertar hoje - o poder do consumismo.
Sei que pareço insistente com assunto (peço até desculpas) mas nosso mundo cotidiano nos cerca de tantas possibilidades (boas ou não) e o que se pede em troca é apenas o consumo. A internet, a televisão e tantos outros recursos de mídia, vivem em função do consumo e estão recheiadas de deliciosas tentações que provocam a todos nós. Eu costumo dizer que ir ao shopping center é um perigo constante, por que as vitrines nos seduzem com olhares, as lojas cheirosas e lindas gritam nossos nomes e os preços nos assustam. É quando estamos sugeitos àqueles momentos em que não conseguimos resistir e gastamos, às vezes simplesmente por impulso e quase sempre sem necessidade. Depois da gastança, nos sentimos culpados e com certeza endividados, mas satisfeitos.

O consumismo fica mais exarcebado a partir de novembro, quando todos nós corremos pra comprar a roupa nova de fim de ano. Todos se sentem na obrigação de vestir algo novo no dia natalício e na virada do ano, mas quase nunca nos perguntamos a finalidade disto. Se vc parar e pensar essa "necessidade" existe simplesmente por que vivemos numa sociedade consumista e somos influenciados a gastar. Pessoas ficam ricas inventando motivos (mesmo inexplicáveis) para incentivar o consumo e nós ficamos mais pobre todas as vezes que cedemos aos motivos.
Você, por acaso já se perguntou por que precisamos comprar ovos da páscoa (se sequer coelhos põem ovos)? Já se questionou sobre a necessidade de comprar presentes para dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia da vovó, aniversários em geral? Ou por que levar a namorada (ado) pra jantar no dia dos namorados, quando se pode fazer isso sempre que quiser? Todos esses eventos, na verdade, foram criados para gerar consumo e se repetem com naturalidade sem ninguém questionar. Apesar disto, todos nós nos sentimos satisfeitos ao comprar aquele presentinho de natal pra os familiares, ou os ovos de páscoa para os sobrinhos, ou uma roupa nova para o reveillon e não podemos deixar "passar em branco" o dia dos pais e das mães, senão tem cara feia.
Hoje te convido para refletir a cerca do consumismo em que todos estamos comprometidos. Te convido a questionar a real finalidade das tradições, mesmo as mais irrelevantes. Vamos aprender a dizer "não" as vitrines sedutoras e às lojas cheirosas. Vamos valorizar os momentos simples e que não envolvem o seu cartão de crédito, como um abraço apertado, a compania de amigos, uma palavra de conselho ou um simples "eu te amo". Afinal de contas não se pode comprar afeto nas lojas e nem sequer vender bons momentos com pessoas que vc ama.


Bye

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Segredos para se manter jovem, sempre!

Galera, o final de semana prolongado está se acabando e estou começando a sentir saudades dele. Me diverti muito, comi demais, ri com os amigos e com a família, ou seja, estou com saldo positivo.
O que vou postar a seguir foi um e-mail muito legal que recebi de uma grande amiga (daquelas que se precisa ter às dúzias, ainda bem que tenho vários). Me identifiquei muito com os conselhos mostrados na mensagem e por isto decidi compartilhar com todos vocês. Trata-se de uma lista de 10 conselhos a seguir para se manter jovem e sadio a vida inteira. Não sou muito fã dessas mensagens clichês de corrente que rola na internet (não seria muito criativo), mas me identifiquei demais com essa e vou postar.

Here we go...



COMO MANTER-SE JOVEM


1. Deixe fora os números que não são essenciais. Isto inclui a idade, o peso e a altura.
Deixe que os médicos se preocupem com isso.
2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo.
(Lembre-se disto se for um desses depressivos!)
3. Aprenda sempre:
Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.
'Uma mente preguiçosa é oficina do Alemão.' E o nome do Alemão é Alzheimer!
4. Aprecie mais as pequenas coisas
Até cinco minutos de conversa com uma pessoa importante pode ser inesquecível.
5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar.
E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele / ela!
6. Quando as lágrimas aparecerem...
Aguente, sofra e ultrapasse.
A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios.
VIVA enquanto estiver vivo.
7. Rodeie-se das coisas que ama:
Quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja.
O seu lar é o seu refúgio.
8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a.
Se é instável, melhore-a.
Se não consegue melhora-la , procure ajuda.
9. Não faça viagens de culpa. Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde haja culpa

10. Diga às pessoas que ama que as ama a cada oportunidade.



Galera vamos seguir estes conselhos e cultivarmos uma vida saudável e com bons momentos. Vou ser sincero, de todos esses o único que ainda não pratico é o de cuidar da saúde (que desleixado eu né) quanto aos demais executo todos com frequencia.


Hugs

domingo, 1 de novembro de 2009

Destruo a natureza, mas não lavo a louça!

Olá para todos, volto pra mais um capítulo dessa minha epopéia cotidiana. Hoje é o primeiro dia de novembro e muitas expectativas rondam este mês. Estou curtindo meu feriadão ao som de música "baixo astral" (super educativa) da vizinhança e também aproveitei para adquirir umas calorias a mais no feijão da vovó. Depois disso é so lavar os pratos (coisa que eu não faço, tá) e tirar aquele cochilo.

Hoje venho com um assunto bem corriqueiro pra todos nós, lavar a louça. Apesar de fazer isto raramente (mandando a real= quase nunca) hoje meu tio me despertou pra um acontecimento quase que cotidiano, mas destrutivo e com consequências avassaladoras ao meio ambiente - o uso do copo descartável. Quando temos um almoço em família, além das gargalhadas e da comilança, o copo descartável não pode faltar aqui em casa, simplesmente por que não queremos lavar os copos depois do uso.

Se vc parar, pensar e refletir sobre isso, vai perceber que você e todos que conhece usam o plástico justamente pela conveniência que isto proporciona. Ainda na conversa com meu tio, nós começamos a analisar que as pessoas destroem a natureza pelo simples prazer de tornar tudo mais cômodo e prático, eu digo que isso é o mau da vida moderna.

Há poucos anos as garrafas de refrigerante eram de vidro e retornáveis, mas eram pesadas e arriscadas, então decidimos troca-las por garrafas tipo "pet" que levam mais de 200 anos para desaparecerem no meio ambiente. Naquela mesma época todo mundo usava copo de vidro (aquele do extrato de tomate... afff que fubá) e não reclamava de lava-los; mas veio o copo descartável e todos nós adotamos o uso deles. Ainda no passado usavamos os desodorantes tipo "spray" (aqueles que eram de tubo de plástico e tinha que apertar) mas era bem mais fácil usar o gatilho do aerosol e espalhar gases prejudiciais à camada de ozônio. Todos estes inventos modernos são mais práticos e convenientes que as práticas antigas; com o uso deles, não precisamos nos preocupar com muita coisa e nossa vida ficou bem mais rápida, acompanhando o ritmo da globalização.

Hoje convido você a refletir sobre nosso meio ambiente e o que estamos fazendo para protege-lo. Uma das características da pessoa é o instinto de auto-defesa e temos que aplica-lo em defesa do nosso planeta, afinal estamos defendendo nosso território. Então se vc (assim como eu) usa essas facilidades, da última década, seja pelo menos educado e não jogue o plástico no chão. Reciclar reduz as perdas do meio ambiente e ajuda a Terra a sobreviver mais alguns anos. Vamos ser humanos e defender o que é nosso, vamos viver bem e fazer o bem!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Notícias da semana - resumão das principais!

Boa tarde pessoal, hoje é o último dia útil do mês e estamos cada vez mais perto de 2010. Particularmente eu estou muito feliz por que minha busca acabou e consegui uma grande conquista (pra quem quiser saber, é só me seguir mo Twitter). Hoje inicio mais um ciclo em minha carreira e já me sinto empolgado por novos desafios, ansioso pelas possibilidades e feliz pelas mudanças.
Como prometi vou continuar postando semanalmente acerca dos acontecimentos que me marcaram. Para manter a simetria com o anterior, vou apresentar-lhes três eventos que ocorreram esta semana que me chamaram atenção, incluindo comentários do meu ponto de vista.


O "primeirásso" da semana é o lançamento do tão aguardado documentário "Michael Jackson's This is it". A obra póstuma do Rei do Pop, dirigida por Kenny Ortega, foi lançada no último dia 29/10 e apresenta imagens dos ensaios da turnê "This is It" que teria início em 13 de julho de 2009 no O2 Arena, em Londres. Como todos os lançamentos de Michael, o longa de 111 minutos não fez feio; somente no primeiro dia de estréia faturou a "bacatela" de 1,4 milhões de euros (eu precisaria de 1 vida pra conseguir essa grana, que injustiça) somente nas bilheterias americanas e canadenses. Eu fui assisti e posso garanti-lhes que o longa é muito bom; são imagens emocionantes que mostram que o King of the Pop iria voltar com tudo e marcar história mais uma vez. Pra quem é ou foi admirador do artista vale a pena conferir a obra, pois é realmente emocionante!
Quando dizem que quem é rei não perde a majestade, taí um bom exemplo: o cara consegue levantar em um dia o equivalente a 3 milhões de reais, mesmo depois de morto (ou simplesmente por causa disto).


A próxima notícia é fatídica e triste; na última sexta-feira um jovem viciado em crack matou sua melhor amiga, uma jovem de 18 anos, estrangulada num de seus acessos lúdicos de raiva produzidos pelo efeito da droga. Os dois estavam se preparando para um teste de figuração para a Globo que ocorreria no dia seguinte. Quando o efeito da droga passou, o jovem Bruno de 26 anos (viciado desde os 20) ligou para o pai confessando o crime e este honesta e dignamente entregou seu filho para a polícia. Esta notícia me deixou muito triste, pois estamos vendo nossos jovens definhando e morrendo através do uso de drogas, podemos dizer que isso já se tornou um problema de saúde pública. Este quadro se repete cotidianamente nas ruas do Brasil e nossa juventude ainda não atentou para este perigo tão sutil e silencioso. Agora até aqueles que se disponibilizam a ajudar morrem, se tornando martires de uma guerra urbana onde somente o mau ganha terreno.


Para encerrar, novamente relato acontecimentos aéreos. Dessa vez foi no Brasil, pra ser exato na Amazonia. O avião da FAB, um C-98, apresentou uma pani elétrica, após uma turbulência, e desapareceu enquanto fazia um voo entre Cruzeiro do Sul e Tabatinga na manhã desta quinta-feira. O aparelho, de fabricação americana, transportava 11 pessoas sendo 7 civis funcionários da Funasa. O avião é meio velhinho... foi fabricado em 1987, ou seja, tem 22 anos de uso (minha idade, aff) e foi localizado nessa sexta por índios após efetuar um pouso forçado no Rio Ituí. Nove pessoas sobreviveram ao desastre e com certeza nunca mais vão voar num avião sem antes perguntar a idade dele!


Bom galera vou ficando por aqui, espero que tenham gostado! Deixem comentários caso queiram relatar alguma opinião diferente ou acrescentar detalhes.


Bye

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Despertem Jovens!

Bom dia pessoal, hoje é quarta-feira, estamos na metade da semana e ainda continuo ansioso acerca de possíveis acontecimentos. Taí um sensação chata com o qual convivo há alguns anos - a ansiedade. Desde moleque sempre fui muito ansioso e prematuro, mas com o passar dos anos estou aprendendo a controlar (ou disfarçar) este sentimento de maneira a não utilizar subterfúgios "não-saudáveis". E é, justamente, sobre estes tipos de subterfúgios "não-saudáveis" que quero escrever-lhes hoje.
Como venho repetindo, nossa atualidade permiti uma série (quase incontável) de benefícios acessíveis a todos os cidadãos (ou à maioria deles). Como uma faca de dois gumes, esses benefícios proporcionam liberdade (de todos os tipos: de expressão, de ir e vir, de livre escolha... enfim!) e esta, se não soubermos controlar, se torna uma arma fatal (no sentido literal).
Eu sou jovem, tenho 22 anos, e posso afirmar que utilizo essa liberdade ao meu favor, realizando meus sonhos e vivendo plenamente. Contudo, existem jovens que não encaram esta tal liberdade de maneira sadia, tomando desições ruins que corrompem os seus valores e frustam os seus sonhos (sem que eles saibam, até mesmo).
Esta semana eu pude perceber que é cada vez maior o número de jovens brasileiros envolvidos com uso de drogas (de todos os tipos). Eu, particularmente, sou contra a qualquer tipo de consumo de drogas, mesmo àquelas legalizadas. Mas ao que parece a juventude brasileira (ou a maioria dela) acha esta atitude careta - sim por que nós, que somos jovens lutando por viver de maneira feliz e plena, somos tachados de "anormais ou chatos" quando negamos um drink ,de qualquer tipo de bebida, ou um trago no cigarro de alguém. Então eu me pergunto: é "quadrado" viver bem? é anormal cultivar hábitos saudáveis? Não quero ser extremista e afirmar que é completamente errado compartilhar de momentos sociais, mas o que saliento aqui é que nossa juventude está invertendo valores.
Existe uma contundente e polêmica inversão de valores também quando o assunto é sexo. Eu percebo isto por que hoje é completamente normal perder a virgindade na adolescência, com 12 ou 13 anos, período no qual precisamos de afirmações morais e éticas para viver em sociedade. Já fui recriminado muitas vezes por ser virgem e por ter este ideal; mas o que as pessoas não sabem é que está latente a deturpação dos valores sexuais na sociedade e que isto é "normal" para a maioria. Já não existe mais os galanteios, os beijos inocentes, os olhares envergonhados; hoje no primeiro encontro se vc não transar pode ser "tachado" como gay! Será mesmo que a liberdade sexual é saudável? ou será que é simplesmente um passo para a prostituição e a lascívia no meio jovem?
Tenho certeza de que não estou sozinho acerca das minhas opiniões, pois convivo com jovens que pensam da mesma maneira; mas tenho certeza também de que somos a minoria neste Brasil. Acredito que esta inversão de valores existe hoje por falta de disciplina; fui criado sob disciplina e sei que isto é saudável se utilizada de maneira sábia. O problema é que nossos pais tiveram a disciplina e acharam "chata" demais para repetir com seus filhos, contribuindo para o desenvolvimento de pessoas sem valores absolutos e "redondas" (se é que me entendem).
Por isso convido a juventude brasileira a despertar para uma sociadade mais íntegra. Vamos abrir os olhos e perceber que as drogas estão tomando conta de nossas ruas e só quem se beneficia disto são os traficantes. Vamos atentar que a exploração sexual está exacerbada em nossa sociedade, que pessoas trocam sexo por qualquer coisa, que abusam do seu corpo de maneira irresponsável e caótica em nome de uma liberdade sem pudores. Vamos ser sábios e usar a liberdade em favor de construir uma vida feliz e sem muitas frustrações. Vamos fazer o certo, mesmo que o certo seja "quadrado".
See you later...

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Nunca se rendam ao poder da Fofura

E aí galera, estou chegando para mais um post criativo (modéstio eu né?). Hoje é segunda-feira, início de semana e final de mês, todas as expectativas convergindo para um novo começo, me sinto ansioso e amedrontado, mas nunca desanimado!
Pessoal, daqui a 2 dias minha sobrinha completa 1 mês de vida, neste maravilhoso mundo morderno (um salve pra ela, rs) e eu vou dedicar este post a ela (sim, por que adoro comemorar niver antes da data, não perguntem por que!).Na verdade eu quero reportar a você hoje uma visão diferente (ou alternativa, como queira) acerca do comportamento da criançada. O que direi a seguir é fruto, exclusivamente, da minha percepção pessoal e portanto não iriei imprimir um parecer científico acerca do comportamento humano, tá!
Desde que minha sobrinha linda, fofa e "gorduxa" nasceu eu venho observando seu comportamento e atitudes com relação ao mundo externo; e pude perceber que crianças (em geral, acredito) nascem com todos os instintos humanos e sem pudores para controla-los.
Certa feita um professor me disse: "Saul, crianças são seres chantagistas, cruéis e perversos; mas com uma fofura irresistível". Assim como vocês eu não concordei com ele (que é pai de 2 meninas) imediatamente, mas depois fui convencido por minha consciência de que aquela afirmação tem um pouco (ou quase tudo) de verdade.
Lembrando desta sábia afirmativa de meu professor, eu percebi que minha sobrinha, apesar de pouca idade, consegue controlar a mãe (e todos os outros) perfeitamente quando o assunto é "berço". Ela detesta ficar sozinha no berço, mas aprendeu que se chorar alguém vai aparecer e carrega-la, embalando até que durma. Este comportamento é claramente um episódio de chantagem, afinal ela condicionou os demais à sua vontade, mediante à uma ameça emocional. Quem é pai, tio, tia, avó, avô, babá, irmão mais velho ou quem teve um contato próximo com bebês sabe que todos eles tem o mesmo comportamento e sempre conseguem o desejado, simplesmente, por que os adultos não resistem ao poder da fofura.
O poder da fofura nos bebês é patente e poderoso, pois quando ouvimos aquele choro alarmente que dá "pontadas no coração" ou quando vemos aquelas carinhas redondas rindo e se engraçando certamente nos rendemos à vontade dos seus respectivos autores.
Ainda meditando na afirmação do meu professor acerca dos infantes, eu também percebi (agora não mais usando minha sobrinha como exemplo) que as crianças mais crescidas se deleitam ao verem alguém em situação constragedora ou caótica, demonstrando serem um pouco cruéis. Por que será que elas sempre riem quando veem a vovó caindo no chão? Qual será o prazer que sentem ao arrebatar e quebrar o brinquedo predileto do amiguinho? Certamente você já presenciou uma situação como estas e até mesmo advertiu o "baixinho", ensinando-o um comportamento eticamente aceitável.
Há algum tempo atrás estava na casa de uma amiga que tem um filho de 3 anos e ele estava assistindo desenho animado do Pica-Pau (hora do merchan) que é e sempre foi sucesso na telinha da criançada. Eu perguntei se ele gostava de assistir o desenho e sem "desgrudar" a atenção do televisor ele disse que sim. Então decidi fazer mais uma perguntar: por que vc gosta tanto do Pica-Pau? E sabem o que ele me respondeu? "Gosto dele por que ele bate em todo mundo". Eu dei um riso de canto e logo percebi o quão perverso é aquele desenho e, justamente por isso, aclamado pelos pequenos. Pense comigo: o que leva uma coisinha fofa, linda e com rostinho angelical a se divertir com cenas de pura perversidade e pancadaria, disfarçadas por um passarinho tagarela? Mais uma vez sou obrigado a concordar com meu professor, acerca da perversidade deles (claro que não posso descartar as excessões daquelas crianças que além de fofas, são realmente angelicais... sem explicação).
Apesar de tudo, todos nós adultos adoramos os pinpolhos e não resistimos ao famigerado poder da fofura que eles tanto exercem. Eu digo que gostamos tanto por que fomos crianças e apresentamos os mesmos comportamentos, porém, como seres inteligentes, aprendemos a inibi-los. Na verdade, todas as pessoas, independente de sua faixa etária, são completamente chatagistas, cruéis e perversos (e muito mais), pois isto faz parte da essência humana.
O que a vida sempre nos ensina é que para vivermos (e conviver) em sociedade precisamos usar filtros (chamados também de "pudor") que condicionam nosso comportamento, nos tornando seres sociáveis a amigáveis. Claro que existem aqueles que tem defeitos nestes filtros e não conseguem atingir um nível mínimo de convivência. Todavia o importante (e o que mais desejo) é que a raça humana se mantenha em constante evolução, permitindo às nossas crianças desfrutarem de uma sociadade melhor e mais humana.
Galera, fico por aqui hoje, espero que tenham gostado e caso tenham algum parecer ou opinião diferente, comentem aqui!
Best regards

sábado, 24 de outubro de 2009

Notícias da semana - resumão das principais!

E ai pessoal, curtindo o final de semana? Bom o meu tá meio chatinho, por enquanto, pois em Salvador está chuvendo muito desde cedinho e continua quente pra caracas (da pra entender?!).
Galera essa semana (como todas as outras) eu acompanhei as notícias nacionais e internacionais e algumas delas são bem interessantes, daí decidi fazer um resumo semanal daquelas que considero as mais inusitadas. Espero manter vocês bem informardos e transmitir essas notícias sob um olhar diferente... se gostarem me falem tá! Não vou escrever na ordem cronológica em que aconteceram, mas o importante é saber.


Começo o resumão semanal com um acontecimento bem estranho; na verdade, se isto não fosse trágico seria no mínimo cômico. Nesta quinta-feira dois pilotos norte-americanos da Nothwest Airlines sairam do aeroporto californiano de San Diego com destino a Minneapolis. O Airbus A320 (se vc já voou pela Tam, com certeza foi nele) estava em piloto automático quando os pilotos (pessoas muito espertas, certamente) começaram uma forte discursão acerca das políticas de rh da empresa. O acontecido seria irrelevante se eles não tivessem se entusiasmado a ponto de, simplesmente, esquecerem de aterrizar o aparelho (aff choquei, como diria o carinha da novela). Quando um dos tripulantes percebeu a demora e alertou o comando do avião, eles estavam a 241km além do destino então deram meia volta e pousaram, finalmente.
Acredito que assim como eu, vc ficou curioso de saber do conteúdo da conversa inflamada que os pilotos estavam tendo. Eu então pensei em 2 hipóteses: na primeira a conversa poderia ser sobre dinheiro (pobre briga mesmo quando o assunto é grana). A outra possibilidade seria a carga horária, por que a gente quer sempre trabalhar pouco e ganhar mais (isto é previlégio dos parlamentares brasileiros, morram de inveja!). No final das contas os pilotos foram afastados e a empresa está tentando descobrir o conteúdo e a gravidade da discussão.
A notícia a seguir é na verdade hilária, mas ao mesmo tempo é tão ridícula que merece ser divulgada. Um cidadão norte-americano (eles marcaram recordes essa semana, no quesito "idiotas de plantão"), cliente do Bank of America, o maior banco americano, está processando a instituição financeira e pediu uma idenização super singela; a "pequena" quantia de US$ 1 septilhão, 784 sextilhões de dólares. Hã?? Vc deve estar se perguntando: isso é um número? É sim, é uma iota (vá procurar no google.com). O idiota (sim por que alguém que imagina tanto dinheiro assim, só pode ser imbecil) simplesmente alega que foi mal atendido e por isso resolveu se aparecer e ocupar os juristas americanos, pedindo uma quantia que não existe no mundo. O engraçado é que o juiz pediu que o espertão apresentasse evidências justificando o pedido, mas foi logo descartando que "loucura" não está entre as justificativas aceitáveis.
Só pra vc ter uma idéia, com esse dinheiro vc poderia comprar 6 quintilhões de Ferraris; precisaria ter 5.427 planetas Terra, cheios de Bill Gates (que atualmente tem uma fortuna de míseros 50 bilhões de dólares) ou 21 bilhões de planetas Terra com pessoas normais como nós. A única coisa que quero, após ler essa notícia, é saber o endereço desse "babaca", pra mandar uma bomba pra ele de presente!
Vou finalizando com uma notícia tão absurda e inacreditável que gostaria, realmente, que não tivesse acontecido. Este fato não é engraçado e nem está no ranking das idiotices do ano (conforme as que relatei aqui). Ocorreu nesta segunda-feira e foi de autoria e participação total de alguns brasileiros do Rio de Janeiro. Vítima de um terrível ato de violência e latrocínio (roubo seguido de morte) o cidadão José Júnior, foi brutalmente atacado, assaltado e assassinado por indivíduos anormais que deram um tiro a troco de lhe roubarem a jaqueta e os tênis. Estamos realmente num mundo dominado pelo descaso à vida, afinal os caras mataram um cidadão simplesmente para lhe roubar o que deve ser equivalente a R$2.000,00.
A brutalidade e descaso não param aqui, pouco mais de 30 segundos depois uma viatura da polícia civil passa no local e aborda os assaltantes e (pasmem) tomaram os produtos roubados, sem dar a menor assistência ao coordenador executivo do Grupo AfroReggae, que agonizava e viria a hóbito depois de alguns minutos. Os ladrões e homicidas sairam andando e livres.
Isso nos deixa uma grande insegurança acerca da integridade das autoridades policias das nossas cidades; será que estamos protegidos realmente? Ou será eles tão bandidos quanto os demais criminosos? Os policiais foram presos e a polícia agora tenta abafar o caso e melhorar a imagem da corporação, agora publicamente manchada de sangue.


Galera, fico por aqui hoje, depois de risos e tristezas. Gostei bastante desse tópico e prentendo fazer isto semanalmente, para deixar a minha impressão dos principais fatos da semana! Espero que tenham gostado.

See you soon

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Invenções do século, elas mudaram sua vida!

Galera, to voltando para mais um post sobre assuntos cotidianos! Esta semana está sendo super agitada pra mim, acho que tem novidades a caminho... assim que elas pintarem eu mando um twitter pra vcs!! Opa, vou aproveitar esta deixa e entrar no assunto pelo qual quero escrever: as inovações do século que tornaram a vida de todos diferente.
Eu costumo exaltar em meus posts a importância de um mundo globalizado e cheio de tecnologia e realmente isso tudo é muito bom. Quem poderia imaginar a vida sem algumas das facilidades tecnológicas que foram criadas nos últimos anos? Algumas destas inveções foram tão boas que se tornaram essenciais para a convivência e relacionamento em sociedade.
Por isso, resolvi elaborar o "Top Five" (olha eu fazendo merchan de programa de TV de novo) das invenções que se tornaram mais essenciais para a vida daqueles que têm menos de 40 anos:
  1. Internet: a primeirássa de todas!! Tenho certeza que quando o assunto é "invenções", a internet é a primeira que surge na lembrança de todos nós. Chega a ser tão essencial que tornou-se um divisor de águas para o mundo contemporâneo; tanto é que nossos avós costumam dizer: no meu tempo não tínhamos esse tal de "iorcut" e conseguia mais namoradas (os) que você; ou, esse "mêsenê" vai te deixar burro menino, vá estudar!! Mas a verdade é que ninguém mais consegue imaginar sua vida sem a internet e seus atributos. Como poderíamos encontrar velhos amigos? Ou fazer compras? Ou falar com aqueles amigos que estão bem longe? Como poderíamos substituir o velho "diário" por um blog? É por estas e outras perguntas que eu elegi a Internet a "number one" do ranking.
  2. Celular: não tão novo assim, mas também não muito velho, o celular também é uma ferramenta indispensável para pessoas normais num mundo "pós 2000". Este aparelho se tornou tão importante que algumas pessoas dormem com ele ao lado (eu fazia isso) ou até mesmo colecionam. Existem aqueles que tem vários: 1 pra empresa, 1 pra as "peguetes", 1 pra namorada; 1 pra amigos e por aí vai. Uma coisa é certa, ninguém sai de casa sem o bendito celular, e se esquece-lo volta pra pegar, afinal num mundo como o nosso, não se pode estar "offline" nunca, mesmo pra quem está na roça.
  3. Máquina fotográfica digital: nossa esta aqui realmente entrou pra história do mundo moderno. Apesar de ser uma invenção bem novinha (se comparada às que já foram relatadas) nós não conseguimos mais viver sem termos uma câmera na bolsa! É fantástico poder tirar quantas fotos quiser (ou puder) e vê-las no mesmo momento, apagar aquela que não te favoreceu muito bem, tirar cópias para os amigos, colocar no orkut (aquelas que são publicáveis né galera) e sem precisar revela-las (o que é melhor de tudo). Um dia desses me surpreendi com uma criança de colo que estava fotografando a mãe... nossa ele não sabia sequer falar, mas já conhecia a câmera e, quem sabe, até uns truquezinhos de fotografia. Não dava pra não incluir essa invenção aqui, afinal de contas, com certeza ela mudou nossas vidas e agora cada mergulho é um "flash"!!
  4. Chapinha: ahh a mulherada agora vai me aplaudir (que maravilha). Mas realmente esta invenção tornou-se indispensável para o público feminino vaidoso. A chapinha é tão útil para as mulheres que é praticamente um objeto de bolsa (chega a ser tão indispensável quanto o celular), afinal ficar feia "ninguém merece" né! De uns tempos pra cá, essa ferramenta tornou-se popular e saiu do uso restrito dos salões de beleza (que peninha pra os cabelereiros não??), indo direto para a estante da mulherada. Com a chapinha, pode-se: alisar, cacheiar, dar volume, tirar volume e até mesmo queimar as orelhas (pra quem não tem domínio na coisa), mas tudo em nome da beleza. É praticamente impossível encontrar alguma mulher que nunca fez, ou que não saiba manusear uma chapinha, independente do tipo de cabelo que possua. Por valorizar a beleza feminina e manter as madeixas sempre intactas, eu elegi umas das melhores invenções do mundo moderno.
  5. DVD: para finalizar eu não poderia deixar de mensionar o aparelho de dvd. Todo mundo tem um e quem não tem pega emprestado de alguém, mas ninguém quer mais usar aquelas fitas enormes e muito menos usar a canetinha para rebobina-las. Taí a principal característica que tornou essa invenção indispensável: não precisamos mais ficar "horas" com a canetinha Bic (olha o merchan) rebobinando o filme, sob pena de pagar multa na locadora. Acredito que ninguém use mais o ultrapassado vídeo cassete (com as "zilhões" de cabeças que nunca entendi pra que existiam) e suas fitas pesadas e ecologicamente incorretas. Depois dessa invenção, todo mundo tem um filmezinho pra assistir no final de semana, ou até mesmo comprar algum no camelô (pirataria é crime viu galera), economizando espaço, tempo e principalmente a famigerada canetinha.

Tenho certeza que depois de lerem este post vocês vão passar a dar mais importância a estes objetos fundamentais na nossa vida. Afinal de contas, quem não precisa usar a net? Receber uma ligação urgente ou simplesmente um despertador (acho que é por isto que alguns celulares dormem ligados)? Perpetuar momentos únicos com dezenas de milhares fotos (exageradinho eu né?!)? Ficar linda com os cabelos impecáveis a qualquer momento (essa é pra ala feminina, claro)? e Assistir aquele filmezinho num disco sem precisar de rebobinar? Às vezes eu falo: gostaria de conhecer quem inventou cada uma dessas maravilhas pra dar um beijo e um muito obrigado em nome de todos!! Quem souber manda um post, ou liga pro meu celular; mas pelo amor de Deus me deixem tirar algumas fotinhas com eles!! rsrs

Com certeza existem vários outros novos aparelhinhos modernos que vcs gostariam de incluir aqui, mas deixa pra assunto de um próximo post!

Boa noite galera... regards!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Com as pessoas certas, tudo vira festa!

Oi pessoal... estou voltando depois de alguns dias sem escrever! Tive uns dias muito ocupado, então já viu né, não sobra tempo para a diversão! Na verdade taí a única coisa que fiz durante esses dias - me alegrei; na companhia das pessoas certas, até um simples "bate papo" torna-se muito divertido.
Hoje eu quero lhes falar mais uma vez da importância de andar bem com as pessoas e fazer amigos. Eles são quem tornam tudo mais divertido, mais animado, mais encorajador e positivo; e sem eles, tudo ficaria "chatinhooo" demais!!
Cheguei a esta conclusão há alguns dias atrás, quando fui à um show com alguns dos meus melhores amigos (não todos, infelizmente). Mandando a real, este foi o primeiro show que fui na vida, nunca fui muito fã de grandes concentrações de pessoas (no popular= povão) e acreditem, foi uma experiência fantástica. Não pelo show, que na verdade foi uma "merdinha" (desculpem o termo), mas pelas pessoas que estavam comigo. O show foi um fiasco, de todos os artistas que cantaram somente um foi bom, o resto poderia passar sem eles. Mas com os amigos por perto cada música tinha um sentido diferente, um motivo para festejar mesmo sem saber o motivo. Eles me faziam pular, rir, gritar, dançar - eles foram minha diversão, mesmo com os pisões de pé e esbarrões.
Esta foi uma das melhores noites de minha vida até hoje (espero que venham outras melhores do que esta, e como menos gente por perto... kkkkk) pois foi quando pude perceber que com meus amigos qualquer coisa pode ser divertida e aproveitável a cada minuto. Mesmo esperando durante uma hora sentado no chão duro, caindo de sono, enquanto a próxima banda passava os instrumentos e trocava de palco para o show que seria o "Mico" da noite.
Depois de pular muito, dançar muito, gritar feito loucos e perder alguns quilinhos de suor nós voltamos para casa bêbados de sono (sem alcool, of course) e falando besteiras no carro, para nos manter acordados, afinal eram 04:30 da manhã. A diversão valeu cada centavo que paguei pelo ingresso do show!!!
Depois desta experiência passo a valorizar mais as pessoas em minha volta e tenho ainda mais certeza de que elas são insubistituíveis.
P.S.: Dida, só faltou vc lá. Foi muito bom, mas poderia ser melhor!!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Estudar não deixa ninguém rico!

E ai pessoal, hoje to voltando com mais um comentário sobre a vida cotidiana. Hoje quero te mostrar uma outra ótica relacionada à importância dos estudos acadêmicos.
Neste ano, em março, eu colei grau em administração de recursos humanos e cheguei à uma conclusão não muito convencional. Acredito que estudar somente colabora para o crescimento pessoal, mas ninguém (ou pelo menos a maioria da população deste país) consegue enriquecer com esta prática. Você deve estar se perguntando por que; mas pense comigo: desde que entramos para a escola primária nossa vida inteira é pautada no valor dos estudos (pelo menos foi assim comigo) e seus pais sempre diziam: "menino (a) vá estudar pra ser ALGUÉM na vida". A partir desta frase eu já posso argumentar acerca da minha afirmação; ser "alguém na vida" não implica em ser rico, antes significa (em minha percepção) se tornar uma pessoa de importância para sua família e meio onde vive. Não quero dizer que contribuir positivamente para aqueles que vc gosta não seja importante, mas também não necessariamente influencia no seu contra-cheque.
Se vc notar, a maioria das personalidades brasileiras ricas e famosas da atualidade não são pessoas tão "alguém na vida" como nossos pais sempre dizem (se é que me entendem). Eu vou citar alguns exemplos:

1. Ronaldo "o fenômeno": é o cara do futebol brasileiro; um dos jogadores (senão o) mais ricos do mundo. O cara se quiser pode parar de trabalhar e tem fortuna pra viver o resto da vida luxando. Eu sinceramente não compreendo por que uma bola atrás das redes pode se tornar mais valiosa (no sentido literal da palavra R$$$) que o trabalho de um cirurgião médico ou do de um diplomata. E adivinhem... ele só tem o ensino médio completo. Enquanto nós (pessoas menos espertas) obedecíamos a ordem dos nossos pais, Ronaldinho ia mesmo era jogar pelada no campinho perto de casa; e isto o tornou podre de rico. Tenho certeza que a mãe dele (a Dona Sônia) nem faz questão de se lembrar desses tempos. Além dele, existem vários outros jogadores de futebol (sem nível superior e sem preocupação de estudar) milionários e com a vida ganha.

2. Modelos em geral: vc pode até dizer: "ahhh mais as modelos são mais elitizadas do que os jogadores em matéria de estudos"; engano o seu! Por que será que usualmente elas se relacionam amorosamente com os jogadores e/ou atletas em geral? Raciocine comigo: as belas modelos começam a profissão muito cedo, em média com 14 anos já estão nas passarelas menos badaladas. Vcs acham que elas vão deixar de ganhar um cachê (de pelo menos um salário mínimo por evento) para estar numa manhã ou tarde dentro da sala de aula? Eu digo NUNCAA! Com poucos anos (se forem boas mesmo e abrirem mão daquela feijoada) elas já estão estreiando nas passarelas internacionais e ganhando em euros! Onde ficou os estudos: ahh deixa pra lá, faço depois, afinal de contas estou ganhando muito mais do que aquele primo que fez mestrado na UNICAMP.
Mas numa coisa tenho que admitir: as modelos são mais espertas que os jogadores de futebol; elas juntam a suada graninha delas para investir na vida pós-carreira. Assim como começam muito cedo, a profissão fecha as portas para as modelos muito cedo também e elas precisam acumular os "caraminguás" pensando num futuro próspero; é aí onde entra o velho projeto engavetado - fazer a faculdade. Exemplo: A Ana Hickman; uma mulher linda, agrádavel, rica e inteligente. A Ana arrasou nas passarelas mundias (fazendo jus à fama da mulherada brasileira) e quando encerrou a carreira se tornou uma empresária de sucesso (ela é dona de várias marcas famosas de óculos, maquiagem, roupas e sapatos - das quais ela mesma é garota propaganda, economizando no cachê) e apresentadora de TV, num programa muito bom.

3. Políticos: antes de mais nada quero afirmar que muitos dos nossos políticos brasilienses (aqueles que ficam lá na capital) são pessoas muito instruídas e bem estudadas, mas elas são a minoria. Se formos analisar a maioria dos nossos representantes não são pessoas estudadas e, pra falar a verdade, nem precisam ser. Os cargos políticos não exigem nenhuma instrução básica para a candidatura de qualquer cidadão brasileiro - até mesmo para presidente da república. Aqui na minha cidade temos um vereador (na verdade, "uma" vereador, se é que me entendem) eleito com dezenas de milhares de votos que sequer sabe assinar o próprio nome. A figura se auto intitula "Léokrete", daí já dá pra perceber o quilate do cidadão eleito por voto democrático e com certeza com apoio da comunidade gay de Salvador. Mas não é sobre ele que quero exemplificar, quero mesmo falar do nosso querido presidente Luis Inácio LULA da Silva. Não posso negar que o LULA é um bom presidente para o Brasil, pois nós fomos ascendidos para o status de nação em desenvolvimento e a população brasileira, em geral, enriqueceu com seu goveno (dados estatísticos que são difíceis de serem vistos ao vivo); inclusive eu fui beneficiado por um dos programas sociais assinados por ele, o Prouni, e por causa disto sou bacharel em administração hoje. Apesar de tudo o nosso presidente não tem nem o ensino médio, ou seja, ele está abaixo da linha dos jogadores de futebol. Não tem o certificado de 2º grau porem é um homem rico e bem sucedido, logo, ele também foi um filho rebelde e desobeceu os pais dele.

Então fica a lição: não estude visando a grana; vá por mim, não dá certo. Estude para se tornar uma pessoa realizada e útil por que estudar não deixa ninguém rico.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Seja esperto, sobreviva!

E ai galera... ontem eu fiquei com muito sono e não consegui postar nada para sua apreciação (ou a minha mesmo, tanto faz). Mas aproveitei para pensar no tema pra hoje, e encontrei um muito bom, e polêmico. Espero que gostem e sejam sinceros ao criticar.
Já aproveitando a deixa deste primeiro parágrafo, é justamente acerca da "sinceridade" que eu quero comentar hoje. Num mundo onde se cultiva práticas politicamente corretas, a sinceridade é discutida por que nem sempre falar o que pensa é ético (ui... fui profundo agora!). Não sei se alguém aí do outro lado já parou para pensar, mas eu sempre me questiono sobre a importância daquela velha "mentirinha", ou melhor dizendo, me pergunto se é correto (às vezes) omitir algum fato ou emitir alguma opnião superficial para agradar alguém (até mesmo quem vc goste) ou apenas para se "safar" de uma "saia-justa".
Ontem eu assisti um filme (com a compania da priminha fofa) muito interessante e divertido que tratava justamente deste tema, mas não exatamente da abordagem que estou levando aqui. Acredito que vcs já ouviram os "reclames" deste filme, chama-se A Verdade Nua e Crua; galera o longa é muito engraçado, é uma comédia romântica na qual um cafageste assumido dá dicas de como se conquistar um relacionamento amoroso, contudo o que o personagem mais enfatizava era que não é necessário ser "100% autêntico" na tentativa de encontrar a alma gêmea.
Após dúzias de boas gargalhadas no cinema (com a priminha fofa) eu parei pra pensar... essa estória tem um pingo de verdade. Ninguém nunca sabe quando alguém está sendo 100% sincero ou se está apenas fingindo para agradar (ou para dar um créu...kkkk, nossa fui super anti-Jonas Brothers agora).
Imaginem vcs na seguinte situação: vc é novo na empresa e precisa agradar o boss. Então vc dá risada das piadas dele, pega o cafezinho e até mesmo se oferece para pagar um happy hour; mas na verdade vc tá mesmo é "de olho" no seu salário e na importância de vc se manter naquele emprego (ao menos nos próximos meses). Apesar de tudo, vc detesta aquela piada repetida de português, se sente subestimado ao pegar o cafezinho e lesado ao pagar o happy hour (vai... quem nunca fez pelo menos uma dessas coisas hein??). Logo, vc está fingindo o tempo todo e consequentemente se contradizendo ao afirmar que é sincero e fala (ou faz) o que pensa.
Por outro lado, vejo que a sinceridade é de fundamental importância em qualquer tipo de relacionamento, a final de contas, vc precisa mostrar seu verdadeiro "eu" antes que terceiros o descubram por contra própria e não te permintam "vender seu peixe". É claro que nós ressaltamos as qualidades e minimizamos os defeitos, todavia vc precisa agir assim caso não queira se dar mau, provocando uma decepção feia. Então, pense algumas vezes antes de responder sinceramente para sua namorada (ou "ado") quando for questionado se gosta da roupa ou dos cabelos; sinceramente, nesta situação eu seria 100% sincero, independente do resultado (aff detesto gente feia atrás de mim).
Enfim galera, quero que vcs pensem acerca disto. Eu costumo afirmar que é super difícil ser "gente grande" no mundo contemporâneo e uma das causas é esta: vc nunca sabe se vc é 100% sincero ou se precisa ser! Então eu digo: seja instintivo e use a cabeça (por mais contradizente que esta frase possa ser), seja esperto (saga"is" como dizem meus amigos cariocas) - este é o único jeito de sobrevivermos neste século (se encontrarem outro melhor me digam).
Regards

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Tem grana aí?

Hoje cheguei à terrível conclusão de que no Brasil (não posso afirmar quanto aos demais países) vc é o que vc tiver na carteira!! O capitalismo é bom, a globalização é fantástica, os blocos econômicos e a diminuição das fronteiras pela tecnologia são fabulosos - mas tudo isso tem um preço, e nós pagamos, querendo ou não.
Atualmente estou passando por um "problemásso" com meu cartão de crédito, pois um engraçadinho resolveu fazer uma cópia sem minha autorização (mandando a real: clonaram!!) e sair por aí gastando (compraram até ingressos pro show da Madona no Rio de Janeiro, vc acredita?? E o pior é que custou R$400,00!!). Esse problema já vem se arrastando a 6 meses, apesar de eu ter pensado que já tinha resolvido. Hoje liguei pro call center do cartão e o atendente, com a maior boa vontade do mundo, me disse que o fax enviado a 6 meses atrás estava inlegível e por isso o processo de estorno foi cancelado. Daí eu fiz o maior barraco (no bom sentido, claro; sou uma pessoa de classe...kkk) dizendo que não iria enviar outro fax, que a empresa teria a obrigação de entrar em contato comigo e tals. No final das contas, 1 x 0 para o cartão, tive que desistir de brigar e aceitar a única e insistente solução me passada - enviar um novo fax!!
Depois desta verdadeira odisséia que durou exatos 56 minutos (claro que era 0800) eu cheguei à seguinte conclusão: se eu fosse rico, não teria que mandar outro fax! Sim, por que logo ameaçaria cancelar meu "magnífico" cartão com, seus R$70.000,00 de limite e váriosss benefícios; nossa... seria capaz de até o presidente da empresa me ligar implorando para não cancelar o cartão, cujo gasto mensal seria de aproximadamente R$10.000 a R$19.000!! Rapidamente o problema estaria resolvido sem stress e sem esperar 56 longos minutos sendo torturado por uma atendente!! Mas como sou uma pessoa desprovida de fortunas volumosas (ou seja, pobreeee) tive que aceitar a solução e me render ao sistema (afinal de contas, os atendentes sempre põem a culpa no sistema).
Mas fica a pergunta no ar: como um brasileiro honesto e trabalhador (preste bem atenção nestas características) pode ficar rico neste Brasil? Responda-me se for capaz!!!

Abraços